Como fazer a inscrição?

Jardim de Infância

  • A filosofia que sustenta toda a nossa prática educativa tem por base o trabalho e as pesquisas de reconhecidos teóricos de Desenvolvimento Infantil e da Educação de Infância, nomeadamente, Jean Piaget (marcos fundamentais do desenvolvimento infantil), Erik Erikson (identificação dos níveis emocionais e sociais que as crianças atravessam), Lev Vygotsky (desenvolvimento psicológico na infância) e Howard Gardner (teoria das inteligências múltiplas).

    Porque sabemos que as crianças são todas diferentes – o que funciona melhor com umas, não funciona obrigatoriamente bem com todas, e o que funciona bem em determinadas circunstâncias pode não ser a via mais adequada noutras – preocupamo-nos em conhecer, explorar e avaliar várias metodologias e incorporar o que de melhor têm na nossa ação educativa.

    Para saber mais faça aqui o download da nossa brochura de apresentação.

  • Aos 3 anos, as crianças estão notoriamente mais independentes e autónomas, ingressando no Jardim de Infância muito mais hábeis numa série de competências que foram adquirindo até aqui.

    Nesta fase do seu desenvolvimento, as crianças apresentam uma linguagem e um vocabulário cada vez mais desenvolvidos e complexos, a par de uma curiosidade também cada vez maior em relação ao mundo que as rodeia.

    Aos 3 anos, as crianças mantêm-se bastante ativas e muito mais emotivas do que anteriormente, podendo persistir algumas birras quando contrariadas, mas apreciando muito mais conversar sobre os turbilhões de emoções que começam a conseguir identificar e expressar mais fluentemente.

    Para saber mais faça aqui o download da nossa brochura de apresentação.

  • Os 4 anos são marcados por um crescimento visível menos rápido do que o observado desde bebés até então, mas, por outro lado, é um período de desenvolvimento cognitivo muito complexo que provoca nas crianças sentimentos muito contraditórios.

    Estes sentimentos contraditórios resultam, por vezes, em atitudes e reações de descontrolo que são redirecionadas, apoiadas e percebidas pela Equipa da Sala, a qual investe, diariamente, na construção de relações fortes entre si e todos os elementos do grupo e entre as próprias crianças para que todas consigam atingir uma meta crucial ao seu desenvolvimento. As crianças de 4 anos que conseguem um maior controlo na forma como mostram os seus sentimentos e que conseguem ser sensíveis aos sentimentos dos outros, são também crianças que começam a compreender melhor as suas emoções.

    Para saber mais faça aqui o download da nossa brochura de apresentação.

  • Aos 5 anos as crianças continuam a manifestar grande curiosidade pelo mundo que as envolve e continuam a sua busca incessante pelas respostas que melhor satisfazem as suas questões, apreciando investigar e reunir informações que lhes permitam encontrar o que procuram.

    Desta forma, continuam a surgir Trabalhos de projeto em que, naturalmente, os desafios propostos partem da iniciativa das crianças e ampliam a sua aprendizagem, cabendo à Equipa da Sala apoiar na estruturação de ideias e na organização do trabalho.

    Com 5 anos, as crianças expressam-se já com grande à-vontade, mantendo diálogos e sendo capazes de iniciar conversas com os seus pares ou com os adultos, intervindo com naturalidade nas conversas e reuniões do grupo. Apreciam histórias e jogos de palavras, observando também com maior atenção a presença da escrita um pouco por todo o lado… É nesta fase que as crianças compreendem melhor que o que se diz pode ser escrito e gostam bastante de se dedicar a tarefas que envolvam tanto a descoberta do código escrito como do código numérico.

    Para saber mais faça aqui o download da nossa brochura de apresentação.

094BR